O RIO ASSUSTA INVESTIMENTOS EXTERNOS EM CULTURA


O RIO ASSUSTA INVESTIMENTOS EXTERNOS EM CULTURA
Postado por Nicéas Romeo Zanchett em 25 junho 2009 às 18:00
Exibir blog de Nicéas Romeo Zanchett

O trabalho do novo prefeito contra a cultura do Rio de Janeiro já está dando os resultados que ele queria.Veja a nota enviada ao Ex Blog César Maia por um diplomata de importante embaixada brasileira na Europa.
"Há uma perplexidade geral nos maiores paises europeus com a xenofobia carioca. Primeiro, proibiram o Guggenheim (aliás, sucesso como âncora revitalizadora de Bilbao). Na mesma decisão, o projeto do consagrado arquiteto francês, Jean Nouvel, com obras de grande destaque na Europa, foi impedido. O Cirque du Soleil havia decidido ter uma base permanente no Rio. A demora e o desinteresse da empresa portuária foi de tal ordem que deistiram. Agora, com a crise econômica, será difícil convencê-los. Então veio o caso da Cidade da Música, criando enorme constrangimento para o maior arquiteto de sala de concerto e ópera do mundo todo, Christian de Portzamparc, com obras consagradas, como a Cité de la Musique, em Paris, e La Philharmonie Luxembourg, a mais sofisticada do mundo, até a Cidade da Música do Rio, segundo ele. Agora, li nos jornais que o IED, Instituto Europeu de Design, matriz mundial do design, depois de um contrato assinado e obras em execução (pagas por ele), no abandonado Cassino da Urca, terá essas obras interrompidas porque a escola afetará o trânsito. Não haverá solução? Imagino esse critério aplicado ao Museu do Prado, ao Louvre, ao Metropolitan Museum, ao Coliseu de Roma, ao recém inaugurado Museu da Acrópole de Atenas. Vai ser difícil, daqui para frente, convencer os investidores culturais estrangeiros aplicarem seus recursos no Rio e a grandes arquitetos mundiais aceitarem projetos no Rio. Triste para minha querida Cidade Maravilhosa."Pois é meus amigos cariocas. Aí está o resultado de uma eleição desastrosa trazendo enormes prejuisos para a cultura carioca. O novo prefeito, que foi eleito por apenas 50 mil votos de diferença, não está nem aí para a educação e a cultura de nossa cidade. Ele e seu aliado governador estão mais preocupados em separar os pobres do ricos, criando "guetos" murando algumas favelas da zonal sul.O voto de protesto de alguns cariocas foi um erro fatal para a cultura e a cidade como um todo.

Nicéas Romeo Zanchett - artista plástico

0 ✎ Comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...