A FORÇA DA FAMÍLIA GUERRA

Do Blog do Giovani Miguez:
"Pode ser legal, mas é imoral"...

A frase em tela foi usada algumas vezes pelo prefeito Neto (veja mais sobre o desgoverno de Volta Redonda) para questionar o duodécimo da Câmara Municipal. Neto sempre teve muitas dificuldades de aceitar a independência (inclusive orçamentária) do poder legislativo municipal. E aproveitando-se do fisiologismo vergonhoso da imprensa local, sempre usou esse argumento - o da moralidade - para jogar a opinião pública contra os vereadores da cidade por ele governada.

De fato, nisso o prefeito tem razão: algumas coisas podem até ser legais, mas estão longe de ser morais. Inclusive no seu (des)governo que não respeita leis e costuma esquecer da moralidade quando se trata de "beneficiar os amigos"
. Foi assim com o Hinja - do seu aparentado o ex-prefeito Gotardo Netto (PSB) -  que recebeu alguns milhões sem licitação. Pode ser legal, prefeito. Mas, é moral? 

Muitos, aliás, são os casos de imoralidade e descumprimento da lei no governo Neto. Mas um em particular chamou minha atenção esta semana. Recebi a informação de que o filho do músico Guerra (ex- parceiro de Môa e dono de uma banda ) era funcionário da Secretaria de Cultura. Até ai nada demais, correto? Seria, se não fosse um fato curioso: seu pai - através da empresa JM Guerra - recebeu de Setembro de 2011 a Fevereiro de 2011 a bagatela de R$ 943.900,00 [ isso mesmo, quase um milhão de reais!!!! ] da prefeitura para realizar/organizar (não está claro nos dados fornecidos pela prefeitura) shows na cidade do aço. 


Blogue-se para mais informações sobre a Força da Família Guerra!

0 ✎ Comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...