ATÉ QUE PONTO VAI A SUA LIBERDADE DE EXPRESSÃO?


Liberdade de expressão é definida em muitos dicionários como o direito de manifestar livremente opiniões, ideias e pensamentos. É um conceito basilar nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral. A pergunta que eu quero fazer no post de hoje é: 

Você é realmente livre para expressar as suas opiniões?

Eu sei que a maioria das pessoas vai dizer que sim, que tem total liberdade mas prefere não se envolver e não dar opinião. Pura demagogia! No fundo, todos tem uma opinião, contrária ou favorável à qualquer assunto. Existem por exceção também os desinteressados, os desinformados e os que realmente não pensam nada sobre aquele assunto. Mas no geral, as pessoas que não se envolvem e não emitem opinião, sempre tem algum motivo para tal, seja ele algum tipo de medo ou seja ele algum nível de rabo preso.

Vamos começar a falar do medo e disso eu falo com propriedade. Desde que comecei a escrever este blog e dar algumas opiniões sobre alguns fatos e algumas figuras públicas da região sul fluminense, venho recebendo alguns tipos  de constrangimentos, sejam em forma de ameaças de morte ou a velha frase: 
- Apague isso ou processo você!
Sei que existe muita gente cruel neste mundo que é realmente capaz de matar outro ser humano por motivos banais, mas sinceramente, não tenho medo. Jamais deixarei de expressar aquilo que penso por medo, deixo falar quem fala, deixo ameaçar quem ameaça. Haters gonna hate...
Enquanto às ameaças de processo, acho muito difícil apanharem alguma ofensa minha contra alguém que eu tenha citado neste blog. Minhas postagens contém minhas opiniões, no máximo insinuações. Jamais afirmei algo que fosse considerado calúnia ou difamação. Aliás, gostaria de aproveitar o ensejo para explicar sobre o screenshot acima, retirado da página do facebook que eu criei em homenagem ao nosso Benjamim Streinbuch. Quem vê esta imagem pensa logo de cara que o dono da CSN escreveu mesmo aquilo contra o Neto ou pensam que alguém criou um fake do Benjamim.
Quando eu criei a página para o Benjamim eu ainda tinha o mínimo de admiração pela trajetória do empresário e jamais desconfiaria que as pessoas mandariam recados para a página pensando que aquele era o perfil do magnata. E ontem, quando eu postei o #FORA NETO e disse que havia sido eu, choveram críticas e acusações contra mim, disseram que eu seria processado e blá blá blá. 
Meus caros, se eles quiserem processar alguém, que processem o facebook, pois é a rede social que permite este tipo de confusão entre o que é uma página ou um perfil.

Continuando, vamos falar do rabo preso. Não é preciso falar muito sobre isso, afinal todos entendem esta expressão. Alguns abrem mão da sua liberdade de expressão por interesse financeiro, político ou por medo também, de perderem seus empregos (acho que é o caso dos meus stalkers, que vem dizer desaforos para defender seus patrões em redes sociais). Tem os rabos presos mais ingênuos, aqueles que defendem seus parentes, mas à esses eu até dou uma certa razão. Pois é muito chato ver alguém apontar algum crime de um parente seu, por mais calhorda que esse familiar seja.
E falando de liberdade, eu continuo admirando pessoas corajosas que defendem seus ideais, que defendem os mais fracos. Existe muita gente boa e autruísta no mundo, mas existe pouca gente que é capaz de dar a cara por isso. 
Se nós pararmos pra pensar se existe mesmo liberdade de expressão, cercados de tantas ameaças e situações que nos impedem de exercê-la, acho que ela é mesmo muito reduzida... No meu caso é mínima, mas é essa pequena liberdade que eu faço questão de gastar...Até o limite.



0 ✎ Comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...