JOVEM HOMOSEXUAL FOI MORTO COM REQUINTES DE CRUELDADE EM VOLTA REDONDA

1 ✎ Comentários


O corpo do jovem Lucas Ribeiro Pimentel, de 15 anos, foi encontrado no Rio Paraíba do Sul, na altura do bairro Cidade do Aço. Segundo um inspetor da Polícia Civil, o adolescente estava desaparecido desde o sábado (23), quando teria saído de casa para ir a um show na Ilha São João. 

A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia feita pelo Instituto Médico Legal, para dar prosseguimento as investigações.
Denuncias recebidas dizem que Lucas pode ter sido assassinado por homofobia, pois ele era assumidamente homosexual.

No dia de seu desaparecimento, amigos contaram que o rapaz estava com R$900,00 em dinheiro e disse que estaria indo para cidade do Rio de Janeiro com um homem depois do evento na Ilha São João.
Lucas foi assassinado com requintes de crueldade, teve os olhos perfurados, foi empalado e estava com marcas de espancamentos. 
_______________________________________________________________________
DENUNCIE SE VOCÊ SABE ALGUMA COISA

POLICIA MILITAR 0800-260667

POLICIA CIVIL 197

DIREITO DA CIDADANIA LGBT
0800-0234567

ADEMIR MELO FORA DAS ELEIÇÕES DE 2012

3 ✎ Comentários


Os últimos burburinhos no Café Capital em Barra Mansa, dão conta da desistência de Ademir Melo da corrida eleitoral de 2012. Ademir, que seria candidato à Prefeito, teria desistido de concorrer ao cargo devido à problemas de saúde. Vamos esperar pra ver...

CARTA ABERTA AO PREFEITO ANTÔNIO FRANCISCO NETO

3 ✎ Comentários

A carta abaixo explica os reais motivos que fizeram o jornalista Cláudio Alcântara ser demitido do jornal ‘Diário do Vale’, depois de quase 20 anos de casa







Senhor prefeito Antônio Francisco Neto,

Fofocas e boatos. Duas coisas que em mais de 20 anos de profissão nunca foram matéria-prima do meu trabalho. Escolhi construir minha carreira com base em fatos, opiniões e informações. No entanto, desde que fui demitido do jornal “Diário do Vale” na segunda-feira, 18 de junho, aquelas duas palavrinhas que abrem esta carta se tornaram frequentes na minha vida. No começo, achei estranho, depois percebi que isso é natural. Afinal, não sou nenhuma celebridade, mas trabalhava no jornal mais lido da região, que tem o site mais acessado do Sul Fluminense, tinha a coluna (“Olho Vivo”) mais comentada, polêmica e com o maior número de visualizações em sua versão para a internet. Então, os amigos, os conhecidos, os colegas, o público em geral, querem saber o que aconteceu. Assim como eu, todos foram surpreendidos com a notícia. Por isso, resolvi escrever ao Senhor, prefeito, para colocar um ponto final nisso tudo, e seguir em frente. Posso estar certo ou errado, mas vou fazer do jeito que eu aprendi, colocando os dois lados da notícia - regra básica do jornalismo. 

Depois de fechar o caderno principal do “Diário do Vale”, no plantão de domingo, 17 de junho, como fiz a cada 15 dias durante anos, e de trabalhar meio expediente na segunda, a editora-chefe do jornal me chamou à sala de reuniões e disse que não tinha uma boa notícia. Sem dar detalhes, contou que houve uma reunião e que, para “cortar gastos”, a empresa teria que demitir. Afirmou que o diretor-presidente do “Diário” exigiu que um editor fosse demitido e que eu tinha sido o escolhido. “Eu tentei te segurar, mas não deu”, foram essas as palavras da editora. Nada mais. Nem um abraço de despedida, nem um telefonema nem um e-mail nem aquela tradicional frase que ela diz para todos que saem do DV: “As portas estão abertas, quem sabe no futuro você volte a trabalhar na empresa”. Isso ela não disse para mim. Juntei minhas coisas, me despedi dos colegas e fui embora. 

A decisão de me demitir veio “de cima”, como fiquei sabendo mais tarde. E, por coincidência, exatamente depois das denúncias contra a Prefeitura de Volta Redonda serem publicadas no meu Facebook. A alegação de “contenção de despesas” pode ter sustentação pelo fato de que um estagiário da redação também foi demitido (ele já seria, como a própria editora-chefe havia me dito uma semana antes, e o motivo não era cortar gastos), além de funcionários de outros setores. Triste, mas “normal”. O que gerou a onda de fofocas e boatos é que a empresa tinha opções bem mais racionais, práticas e menos injustas para “conter despesas” sem demitir o editor mais antigo da casa. Ninguém quer ver colegas de trabalho desempregados, muito menos eu. Mas qual a lógica da escolha? Outros editores não têm nem a metade do tempo de serviços prestados ao jornal. Havia ainda a opção de demitir uma repórter, que já pediu para se desligar da empresa. 

O que o Senhor, prefeito, tem a ver com isso? Todas as denúncias publicadas na minha rede social viraram pautas em outros jornais e blogs, definidos pela editora-chefe como “de oposição ao Neto”. A direção da empresa não gostou disso e a editora chegou a afirmar que eu não poderia autorizar a reprodução dos meus textos por esses veículos, esquecendo-se de que ninguém precisa de autorização para usar material postado no Facebook. Entendo que eu não precisava do aval do DV para me manifestar como cidadão fora da empresa, mesmo assim, não fiz nada pelas costas e comuniquei ao jornal que estava postando denúncias contra a PMVR. Resposta da editora: “No seu Facebook e no seu blog você pode publicar o que quiser, só não pode fazer qualquer tipo de ligação com o Diário do Vale”. O que ela quis dizer com isso? Que eu não poderia assinar as denúncias, dizendo que era funcionário do jornal. Não assinei. Mas o blog do Sérgio Boechat, por exemplo, publicou o meu texto e mencionou não apenas que eu trabalhava no “Diário” como publicava a coluna “Olho Vivo” no DV, às terças-feiras.

Aparentemente estava tudo bem, mas dias depois veio a demissão. Logo após a minha saída do DV, a editora-chefe garantiu que a escolha do meu nome para a lista dos demitidos nada teve a ver com as denúncias postadas por mim, mas não explicou qual foi a lógica da coisa. Voltou a repetir apenas que a “decisão veio de cima”. Ao não falar sobre o caso abertamente, o jornal deu margens a fofocas e boatos envolvendo o meu nome e o seu, Senhor prefeito. A demissão deixou de ser um caso pessoal, restrito entre empregador/empregado, e ganhou aspecto público, com suspeita de interesses políticos. 

Essa versão sobre a causa da minha demissão chega a ser assustadora. O Senhor teria se reunido duas vezes com o diretor-presidente do “Diário do Vale” e pedido a minha demissão. Um dos argumentos seus seria o de que as minhas denúncias estavam repercutindo mal, simplesmente pelo fato de eu ser funcionário do DV. O Senhor teria ainda lembrado ao diretor do jornal que a Empresa Jornalística Diário do Vale recebeu da prefeitura só em abril a quantia de R$ 192.800,00. E que isso poderia ser um bom argumento para me demitir. 

Não devo nada ao “Diário do Vale”, assim como a empresa entende que não deve nada a mim. Nesses quase 20 anos de prestação de serviços, sempre mantive a relação patrão/empregado com respeito e nunca misturei amizade com profissionalismo. Sempre cumpri à risca a linha editorial do jornal, obedecendo a todas as regras, porque o cargo que eu exercia (editor e não repórter, como consta na minha Carteira de Trabalho) era de confiança. Mesmo assim, ninguém nunca me viu em mesas de bares com os diretores e editores nem nas festas promovidas pela empresa. Opção minha. Pode ser que as denúncias no meu Facebook tenham feito o jornal perder a confiança em mim, porém, garanto que enquanto estava no trabalho minha conduta era rigorosamente o “olhar” que o DV tem sobre cada notícia. 

O respeito ao “Diário do Vale” continua, afinal, não ficaria lá quase 20 anos, se pensasse diferente. E não é pelo fato de ter sido demitido que vou sair por aí falando mal do jornal. Não faria isso. Estou apenas decepcionado com o DV. Minha indignação não é com a empresa, é com o mais forte. E o Senhor sabe muito bem disso. 

Esses são os dois lados da notícia, Senhor prefeito. Fiz o meu papel de jornalista, agora cabe à população escolher em qual das duas versões acreditar. Eu, assim como muitas pessoas, não acredito em coincidências. 

Cordialmente 


Cláudio Alcântara, jornalista e ex-funcionário do ‘Diário do Vale’

CAMALEÃO OU RAPOSA?

4 ✎ Comentários


         
             O camaleão é um réptil conhecido por mudar a sua cor na adaptação a um ambiente ou a uma situação. Esta estratégia o ajuda a se proteger de potenciais predadores e passar despercebido por eles.
            A raposa é um animal mamífero, caracterizado por um focinho comprido e caudas longas e peludas. Em sua estratégia de caça, se utiliza de vários recursos considerados astutos, sendo muitas vezes exagerada a violência como ataca suas presas.

Na vida política, estes dois animais se tornaram objetos de metáforas. O primeiro se refere a pessoas que mudam de comportamentos a fim de obterem vantagens pessoais, adaptando-se a situações antes inimagináveis para si. O segundo simboliza o sujeito oportunista, que se utiliza de ações sagazes para lograr sucesso, pouco se importando com a conseqüência de tais atos, desde que consiga êxito em seus objetivos.

A cidade de Barra Mansa está permeada destes dois tipos de “animais políticos” (não confundir com o que diz Aristóteles sobre os homens). Alguns deles inclusive conseguem ser a junção de ambos.

O “comunista” Jonas Marins é o novo integrante desta metafórica biologia política barramansense. Resta nos saber em que espécie encaixá-lo.

Como camaleão, pesa o fato de ter borrado o vermelho revolucionário de seu partido (totalmente conivente com a lambança) com o arco-íris demo-tucano. Depois de ter por várias vezes falado em socialismo, governo popular, mudança e tantas outras coisas, Jonas abrigou com gosto a direita neoliberal em sua coligação majoritária. Como uma raposa, abandonou todos os parâmetros razoáveis de moral para se alinhar ao que há de mais reacionário e arcaico na política brasileira.

Meu falecido avô, que apesar de analfabeto poderia dar aula de biologia em qualquer Universidade brasileira, certa vez me alertou quanto à “inteligência” das raposas, que segundo ele, quase nunca perdem.

A inteligência que meu avô falava, não parece estar presente na coordenação política da campanha de Marins e nem nos seus dirigentes partidários. A ingenuidade de achar que inchando sua chapa de partidos lhe renderá mais votos pode ser o elemento crucial para sua derrota eleitoral.

O eleitorado espera por mudanças, e sabe os riscos que corre elegendo alguém que não respeita as próprias palavras. Que muda de lugar por puro oportunismo e se aventura conscientemente por ondas inconciliáveis da política em seu aspecto moral e ético.

Certa vez, usei meu blog para atacar Inês Pandeló por esta não ter aderido ao grupo de Marins. Não sei o que teria acontecido caso ela tivesse entrado na chapa, mas a se pensar a partir dos acontecimentos atuais, devo dizer que a petista esta à esquerda de Jonas e Zé Renato. Estes dois, representantes da mesma forma espúria de se fazer política. O povo de Barra Mansa deve castigar a ambos por tanta falta de respeito.


AS CONVERSAS SECRETAS NO CAFÉ CAPITAL

0 ✎ Comentários


O Café Capital fica no centro de Barra Mansa, é o local frequentado pela cúpula política da cidade, principalmente aos sábados. O café que fica em frente a Igreja Matriz tem fama de ser o local onde os poderosos trocam informações, e, tudo que se ouve por lá, acaba acontecendo...

Uma das minhas fontes frequentadoras do café, enviou informações bem quentes da política barramansense, as quais divido com vocês logo abaixo:


- Tuca, pré-candidato a Prefeito, fechou com o PCdoB de Barra Mansa, vai oficializar quarta-feira 27-06-2012.


- PSDB fechou com o PCdoB; 


- PDT não quiz ser vice no PCdoB, pois pretende pegar a Secretaria de Saúde se Jonas vencer, isso foi negociado para o Doutor Ismael de Souza;


- Os nomes indicados para ser "o vice" do Jonas Marins que estavam em discussão eram dois;
    Tainha e o Pastor Jorge do PRB


- Ademir Melo será candidato a Prefeito... Financiado por Jorge Picciane.
Ademir (PSD) vem o o objetivo de tirar muitos votos de Jonas Marins, assim a eltite do PMDB vai reinar e o governo venceria com esta estratégia.
Esta estratégia veio em prol de uma pesquisa realizada pela ALERJ que mostrava Jonas Marins na frente de Inês Pandeló e na frente do próprio candidato do governo.

- Um pré Candidato do PSC (base do governo de Barra Mansa) fechou um acordo com Jonas Marins , mas deixou seu partido sem informações;

- Roosevelt Brasil apoiou Zé Renato em 2008 depois de muitas richas entre ambos. Ele não vai querer perder a boquinha dele, se ele sair da linha, pode perder seu cargo e sua imagem ficaria desgastada com o governo do Zé.



OFF FLIP 2012

0 ✎ Comentários


 De 04 a 08 de julho


A OFF Flip é um evento de resistência, com caráter alternativo, complementar e independente à Festa Literária oficial - Flip.


A OFF FLIP este ano terá cerca de 80 eventos e 120 escritores participando de mesas de debate, sessões de leitura, saraus e lançamentos. Entre os presentes, Diego Gerlach, Jeanette Roszas, o português José Luiz Peixoto, Mirna Brasil Portella, Leandro Leite Leocádio, Lucia Bettencourt, o alagoano Carlito Lima - organizador da Flimar, Augusto Pessoa, Hellenice Ferreira, o poeta paratiense Flavio de Araújo, entre outros.

Na programação desta edição, como em todos os anos, escritores e público participam de encontros de leitura, debates, recitais, saraus, lançamentos e sessões de autógrafos. O Café Literário reunirá vários autores em duas edições de debates sobre temas como o Livro na Era Digital e o processo de organização das festas e feiras literárias por todo o Brasil.

A OFF Flip acontece também nas ruas da cidade. No Centro Histórico, o Palhaço Chulé será o arauto da OFF, orientando ludicamente os visitantes para os locais da programação do evento.


A programação na íntegra pode ser conferida no site www.offflip.paraty.com

ALUNO E COLABORADOR DO UBM CONTA SUA EXPERIÊNCIA NA RIO+20

0 ✎ Comentários


foto by: Rafael Fagundes

O responsável pelo atendimento institucional e aluno do 1º período do curso de Direito do UBM - Centro Universitário de Barra Mansa, Bravo, participou da maior Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que aconteceu entre os dias 13 e 23 de junho, na cidade do Rio de Janeiro. O encontro que aconteceu 20 anos depois da segunda Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente e Desenvolvimento Eco92, reuniu líderes de 193 países que discutiram temas importantes, como as ações para garantir o desenvolvimento sustentável do planeta; erradicação da pobreza, segurança alimentar, emprego e outros.

Bravo trabalhou na Conferência da ONU como Assistente Geral de Produção do HSBC Arena, na Barra da Tijuca. Segundo ele, a oportunidade de trabalhar nesse evento tão importante surgiu quando recebeu um e-mail com a divulgação sobre o recrutamento de pessoal para a Rio+20. “Enviei um currículo resumido, no dia seguinte me ligaram para uma entrevista, depois que conversamos a responsável pelo Recursos Humanos disse que a conversa foi suficiente para identificar as qualidades que ela precisava para função”, contou.

O estudante de Direito, que também trabalha como Produtor de Eventos, disse que a participação na Conferência foi um amadurecimento profissional importante para sua carreira de produtor. “Com essa oportunidade percebi também que estava preparado para encarar um mercado de alto nível. Há muitos anos me preparo para enfrentar desafios maiores, esse certamente merece especial destaque”, ressaltou.

Em relação as suas atividades na Rio+20, Bravo explicou que havia uma produtora, a Janaina Claro, e ele era seu assistente. Ela recebia as demandas dos diretores de produção e repassava as funções para cada produtor ou prestador de serviço. “Eu acompanhava todas as atividades, e quando a produtora não podia estar no Arena eu assumia as responsabilidades por toda a equipe. Foram mais de 60 receptivos, 140 voluntários e outros tantos técnicos, carregadores, pessoal de limpeza e administrativo. Cerca de trezentas pessoas trabalhando todos os dias”, contou.

Sem dúvidas essa oportunidade contribuiu muito para o aperfeiçoamento profissional de Bravo, mas além de tudo ele destacou o network. Em eventos como esse, é possível conhecer pessoas de várias áreas, de várias idades, e de diferentes regiões do Brasil. “Depende só de nós mesmos nos destacarmos para abrir portas e fortalecer contatos importantes para novos trabalhos”, enfatizou.

Para finalizar, o produtor destacou a especial atenção à acessibilidade presente em todo o evento. De acordo com ele, haviam tradutores de diversos idiomas, intérpretes de libras, e intérpretes de áudio descrição. Para os cegos, os áudio descritores, descreviam cada detalhe importante para ampliar o entendimento do cego sobre o que se passava na palestra. Além disso, Bravo lembrou sua participação no coquetel presidencial. “Estar ao lado de tantos chefes de Estado, num evento desse tamanho, fez-me ter real noção da amplitude do projeto que estava envolvido”, finalizou. 

TEM QUE SER DE CARREIRA - PROJETOS PODEM OBRIGAR TROCA NO COMANDO DA GUARDA MUNICIPAL

0 ✎ Comentários



Hoje ao entrar no meu facebook, logo me deparei com uma notícia postada pelo Pietro Schimith de uma reportagem do jorna AQui, que tem o mesmo título que eu coloquei neste texto.

Estamos passando por um período eleitoral agora, e com isso também aconteceu a audiência pública de Volta Redonda para se tratar da Lei Orgânica. O engraçado é que agora começam aparecer nos jornais notícias de vereadores fazendo emendas, as quais tiveram muito tempo para fazer e não o fizeram.

Por que agora aparecem com projetos deste tipo?

O mais revoltante para mim, foi que se não fosse por causa da galera da cultura que compareceu em peso a audiência, ela teria sido esvaziada como acontece todos os anos na Câmara Municipal de Volta Redonda.

Mas falando da tal reportagem, quando estávamos discutindo sobre segurança, fui um dos que falaram sobre a Guarda Municipal e o principal que defendi, foi justamente que entrasse na lei orgânica do município o plano de carreira para a guarda municipal, o qual o Comandante teria que ser um dos Guarda Municipais. A nobre vereadora se fez presente apenas por um período na audiência e depois se ausentou, provavelmente por algum outro compromisso.

Agora me respondam uma coisa:

Será que ela sendo base deste governo decadente que temos em Volta Redonda (no qual o comando da Guarda é cargo de confiança do atual Governo), ela iria mesmo se empenhar para que isso acontecesse se não fosse por uma audiência pública, na qual vamos nos mobilizar para que nossas propostas sejam aprovadas?

Por isso reafirmo que temos que renovar esta Câmara, com pessoas que tenham de fato propostas para apresentar e que não entrem atravessando o trabalho de pessoas pelo simples fato de terem no momento este poder.

MARCIONE OLIVEIRA

PALOMA SALUME QUER SER A "TRANSEX" DA GAIOLA DAS POPUZADAS

7 ✎ Comentários



A transexual voltaredondense Paloma Salume está participando da seleção para ser dançarina no grupo de funk Gaiola das Popozudas, grupo conhecido nacionalmente. No concurso Paloma está entre as finalistas e apareceu até em uma sessão de fotos no site ego, onde erraram ou simplesmente ignoraram seu nome artístico (chamaram de Paola).



Paloma já foi candidato(a) a vereador em Volta Redonda e perdeu (ainda bem). E, já fez inúmeras cirurgias plásticas, que a deixou com seios turbinados e pernas saradas, bem no padrão Valesca Popuzada mesmo. Apesar de parecer mais mulher que a vocalista da gaiola, parece que as cirurgias plásticas nunca vão fazer aquilo que a natureza não fez, Paloma nunca vai ser mulher... Nunca será! 

Em entrevista ao Jornal AQui, Paloma disparou:


“Eu quero ser famosa. Já me conhecem em Volta Redonda, agora quero que o Brasil saiba o meu nome”




Como assim? Famous Who? 
Paloma deve ser muito conhecida(o) no prédio onde mora e mesmo assim, nem em todos os andares... 

E como vocês podem ver, Volta Redonda tá assim, desse jeito.




IV MOSTRA DE ESQUETES ARTE IN FOCO

0 ✎ Comentários



A Casa de Cultura Arte in foco, realizará nos dias 29 e 30 de junho a 4ª Edição da Mostra de Esquetes, onde o objetivo maior é colocar em prática técnicas aprendidas durante o período de fevereiro à Junho deste ano. 
Serão várias histórias diferentes, incluindo situações dramáticas, magia e muita diversão. A variedade no cardápio das histórias promete agradar o público. Os convites na promoção todo mundo paga meia R$ 5,00, já estão à venda na Casa de Cultura Arte in Foco.


PROGRAMAÇÃO: 

29/06 – Sexta-feira – 20h 
- Esquete: Punições. (Texto: Marcelo Soares) 

Sinopse: Conta a história de quatro adolescentes que sofrem traumas, de diferentes formas, e um anjo da guarda vai ajudá-los a superar contando sua própria história de vida. Os adolescentes, não sabem lidar com surpresas ruins que fazem parte da vida e se acontece algo fora do que programam, acham que Deus está contra eles e se sentem punidos. Punidos por quê? 

- Esquete: A menina que chorava borboletas. (Adaptação: Patrick Thouin) 

Sinopse: A triste história de uma menina que é mal tratada por sua madrasta e cuja única amiga, é uma velha boneca feita de trapos. Esta menina sonha todos os dias com sua mãe, o único exemplo de amor que teve, mas que perdeu ainda muito cedo, seu sofrimento é tanto, que nem chorar ela consegue mais. 

- Esquete: Maria de Lourdes? (Adaptação: Patrick Thouin) 
Sinopse: Maria de Lourdes é uma menina que não gosta do próprio nome e por este motivo resolve que não irá mais usá-lo. Seu pai até concorda com essa idéia, mas quem não gosta nem um pouco disso é sua mãe, e tanto pai, quanto filha, terão que escutar poucas e boas vinda dessa “adorável” mulher-



30/06 – Sábado – 1ª Sessão – 15H30 
- Esquete: A inveja de Dolores. (Texto: Patrick Thouin) 

Sinopse: Dolores é uma barata e está cansada de fugir das chineladas dos humanos. Um dia, porém, ela tem uma brilhante idéia para reverter essa situação. Acontece que para seu plano dar certo, terá que envolver também outros seres: uma borboleta, uma abelha e até mesmo uma formiga. O que será que ela vai aprontar? 



- Esquete: Os Seres. (Texto: Patrick Thouin) 

Sinopse: Aislim é uma jovem que sempre foi mal tratada e humilhada por todos de seu reino, devido a sua triste aparência. Após anos sofrendo mals tratos ela resolve se vingar e através de um livro de magia, faz surgir três seres malignos: A Raiva, o Medo e a Tristeza. Esses seres vieram para destruir tudo e todos e agora todo o reino está ameaçado a não ser que duas palhaçinhas, vindas da terra, consigam combatê-los. 

30/06 – Sábado – 2ª Sessão Infantil – 17H 
- Esquete: Em Busca do Reino Ariano. (Texto: Marcelo Soares) 

Sinopse: A história de dois palhaços que vão ao Reino das Fadas em busca de ar puro, pois a terra está correndo perigo. Os pequenos seres encantados também estão sofrendo pela poluição do ar e juntos vão derrotar a terrível fumaça negra. 

- Esquete: Filhos da Calçada. (Adaptação: Patrick Thouin) 

Sinopse: Esta história retrata a dura realidade das crianças de rua. É incerto o dia seguinte desses meninos e meninas, uma vez que sua alimentação, segurança, enfim, suas necessidades mais básicas não lhe estão garantidas. Sendo assim, pensar em solucionar essa problemática não é apenas ter vontade de assim fazer, mas rasgar as mangas e “meter a mão na massa”. 

30/06 – Sábado – Adulto – 20H30 
- Esquete: O Encontro. (Adaptação: Dora de Oliveira) 

Sinopse: Duas Amigas sem encontram no shopping por acaso e decidem ali mesmo botar as fofocas em dia. 

- Esquete: Primeiro Amor. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Menina de 8 anos contando para sua mãe sobre seu primeiro amor, a mãe perplexa tenta convencer a inocente que os homens não prestam. 

- Stand up: Garoto de Programa. 

- Esquete: Pense Duas Vezes. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Um casal parado pela guarda Municipal por excesso de velocidade faz questão de receber a multa, mas a guarda tenta de todas as formas o caminho do suborno. 

- Stand-up: Pobreza Pega. 

- Esquete: O Homem trocado. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Um Jovem desde que nasceu é sinônimo de engano. Desde seu registro de nascimento até quando vai fazer uma cirurgia de apêndice. No hospital ao desabafar com a enfermeira descobre que houve o maior erro de todos. 

- Stand up: A Mineira Atropelada. 

- Esquete: Muito mais que um beijo. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Malu, filha única de um casal, decide dar uma social com apenas um convidado, seu ficante. Essa social é na casa do pai e no fervor de um amasso o pai aparece de surpresa e descobre que sua menininha cresceu. 

- Stand up: Nunca fui beijado. 

- Esquete: Os Inexperientes. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Um rapaz em uma entrevista de emprego é testado a todo momento pelos entrevistadores e ao final quando ele achava que tudo estava perdido, além de ser contratado é promovido a cargo de gerente. 

- Esquete: A Consulta. (Adaptação: Marcelo Soares) 

Sinopse: Um casal chega ao consultório e são mal recebidos pela recepcionista, a senhora fica um tanto nervosa e decide arrumar o barraco. Cidinha, a recepcionista, não quer baixaria e o senhor Zé resolve apartar e ver o porquê do estranhamento das duas senhoras. 

SERVIÇO: 
Evento: IV Mostra de Esquetes Arte in Foco. 
Datas: 29 e 30 de junho. 
Horários: 29/06 às 20h – 30/06 às 15h30, 17h, e às 20h30min. 
Local: SESC Barra Mansa. (Rua Tenente José Eduardo, 560, Ano Bom – Barra Mansa. Contato: (24) 3324-2807). 

Ingressos: R$ 5,00 (Público em geral) 

AMÉRICA TEREZA CAIU DO CAVALO

0 ✎ Comentários



A nossa também amada e querida vereadora América Tereza caiu feio do cavalo, isso mesmo, seu sonho de ser vice-prefeita no reinado eterno do Neto foi por água abaixo. Não adiantou o Albertassi bater o pézinho, fazer birra e cara feia. 

Neto que até queria o apoio do deputado e de seu partido mas preferiu continuar o apoio do PT mesmo, que é muito mais vendido e fácil de controlar. 
Enfim, como disse o Adeilson Neném em seu blog, América tomou o antídoto contra a mosca azul e caiu na real, desiludida, magoada e estremecida. 

Agora só falta ela cair na real sobre a bosta de trabalho de vereadora que ela faz, cair na real de que fazer festinha na Câmara não é um bom mandato... Mas acho que isso tudo ela já sabe muito bem, não quer é ter trabalho.

JONAS MARINS PODE ESTAR ADERINDO AO VALE TUDO ELEITORAL

2 ✎ Comentários



Sou (ou era) um entusiasta da candidatura de Jonas Marins a prefeitura de Barra Mansa. As primeiras pesquisas indicam Marins como favorito ao executivo municipal, o que coloca, de forma inédita, a possibilidade de um candidato do campo popular romper com um longo processo de revezamento das oligarquias no poder barramansense. Não se trata apenas de uma vitória progressista no plano concreto, que abriria possibilidades de uma governança direcionada aos desfavorecidos sociais da cidade. Mas principalmente uma virada no imaginário popular, uma vitória no campo simbólico, que poderia em longo prazo fortalecer os setores progressistas em toda região fluminense.
Entretanto as declarações de Jonas Marins na edição do Jornal Foco Regional desta segunda feira, dia 25 de Junho, podem colocar o candidato comunista no rol daqueles que desconsideram programas e se atentam exclusivamente a miserável busca do poder pelo poder.
Segundo o semanário, Jonas estaria esperando a indicação de um tucano para seu vice, e mais, olhando com bons olhos a adesão do DEM em sua chapa.
Muitos poderão dizer que o advento de tucanos e democratas a candidatura comunista, seria de caráter subalterno, sem interferência substantiva em um futuro governo. A grande questão passa pelo campo simbólico e das ideologias. Jonas Marins estaria acenando para um vale-tudo eleitoral, uma corrida de cavalos sem conteúdo programático. Aliás, desconfio que Jonas Marins sequer tenha um plano de governo, senão, onde entraria a contribuição de dois partidos conservadores, sendo um deles filho legítimo da ditadura militar.
O PC do B já há algum tempo abandonou o rigor programático, e Brasil a fora vem se alinhando aos setores mais retrógrados da sociedade em busca de votos e prestígio junto ao poder. Em Resende ficou ao lado do então democrata José Rechuan em 2008, colaborou com ruralistas na aprovação do novo código florestal, e poderá estar ao lado de Maluf na corrida eleitoral em São Paulo.
Jonas Marins nunca se definiu como comunista, pelo menos não com entusiasmo. Mas há quem ainda acreditasse em sua coerência como homem do povo, como alternativa de mudança, como personalidade do campo político popular. Pode ser que ele volte atrás, pode ser que a aliança não vingue. Mas as noticias que ora rondam os bastidores da política barramansense dão conta de que mudanças reais não estão no horizonte destas eleições. Ainda que mude a cara do poder, ele continuará seguindo a nefasta lógica do eleitoralismo.
Jonas Marins pode continuar sendo a esperança de renovação. Basta reorganizar seu plano de governo e consolidar uma coligação que de fato reflita uma transformação no jeito de governar o município de Barra Mansa. Se assim o fazer, pode entrar para a história como aquele que derrubou o Golias oligárquico de uma cidade, e que inaugurou um novo ciclo democrático na cidade. Ainda dá tempo.


VERGONHA: SEDE DA SECRETARIA DE CULTURA DE VOLTA REDONDA VIRA DEPÓSITO DE CERVEJA

0 ✎ Comentários

Moa guardou caixas e mais caixas de bebida alcoólica na SMC, durante quase uma semana


A SMC (Secretaria Municipal de Cultura) é um espaço destinado a tudo aquilo relacionado a manifestações culturais, arte, debates e discussões que impulsionem o movimento artístico, certo? Errado. Pelo menos, na visão da prefeitura local, Volta Redonda não tem regras de bom senso, ética nem de respeito à população. O prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB) finge que não vê todas as irregularidades cometidas pelo secretário municipal de Cultura, Moacir Carvalho de Castro Filho, o Moa. Esse senhor pode tudo, até transformar a SMC em depósito de bebida alcoólica, como mostra a foto que ilustra este texto. 

Sim, meus queridos, Moa guardou na sede da SMC, na Ilha São João, toda essa cerveja durante quase uma semana. A bebida ficou lá, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo, sem que ninguém fizesse absolutamente nada. Essas caixas de cerveja sobraram da farra que ele promoveu após um desses shows realizados pela Secretaria de Cultura. A bebida alcoólica que aparece na foto foi comprada para alegrar Moa e sua turma em um evento que durou três dias, realizado há cerca de três anos. Mas, de lá para cá, parece que nada mudou. E ele ainda manteria o hábito de comprar um estoque de cerveja, uísque e energético para os amigos que ficam no camarote com toda mordomia, enquanto rola o show.

De onde vem o dinheiro?
Toda essa cerveja mostrada na foto eles levaram para casa e beberam em festas particulares. De onde vem esse dinheiro? Não se sabe. Ou melhor, sabe-se, sim. No entanto, mesmo que a grana saia do bolso do secretário de Cultura, ele não tem o direito de estocar bebida alcoólica na SMC. O que existe de concreto, e há documentos que provam isso, é que eram realizados projetos (e ainda são) para captar recursos para a Cultura. Cada evento rendia em média, naquela época, R$ 270 mil. Uma parte desse dinheiro tinha destino “G”, outra ia para “D” e mais um percentual era destinado a “R”. Cabia a “M”, que era do RH e foi transferido para a FBG (Fundação Beatriz Gama), cuidar de todo o esquema. 

Pode até ser que “G”, “D” e “R” sejam projetos culturais e a população não saiba. Só que a cidade nunca viu tais programas colocados em prática. O que se sabe é que, no camarote com os amigos, Moa sempre realiza as suas cervejadas, com direito a uísque 12 anos e bebidas caras. Enquanto isso, os artistas da cidade ficam sem nada para comer, alguns vão até a pé para casa, por falta de dinheiro. E todos têm que assinar RPA para receber (quando recebem) aquela mixaria. Há casos de artistas que estão sem receber há dois anos, como eu já denunciei aqui. E deu no que deu.

Texto de Cláudio Alcântara

KIKA MONTEIRO PODE TER CANDIDATURA IMPUGNADA

9 ✎ Comentários

Kika corre o risco de levar na tromba com sua candidatura

A candidata à vereadora Kika Monteiro (PT) pode ser impedida de concorrer ao cargo na próxima eleição. O motivo da possível impugnação da candidatura é o fato de Kika não ter se desincompatibilizado de suas antigas funções pelo menos seis meses antes das eleições (Abril). Ou seja, ela acumula com a candidatura, o cargo de Presidente de entidades que recebem dinheiro público: o Clube Foto Filatélico e também a Ong Volta Cultural.

Além de não fazer a tal "desincompatibilização", a nossa amada e querida Kikona ainda inaugurou um Museu no último mês de Maio. Tanto no museu, quanto na ong, existem várias placas onde ela aperece como presidente e de fato, em entrevistas ela ainda toma postura de líder dos projetos.


É uma pena que esse tipo de delito tenha uma consequência tão leve, mas mesmo assim, estamos na torcida pela impugnação de candidatura da nossa musa. Que ela continue brilhando muito em seus projetos pessoais  e deixe a Câmara de Vereadores para quem quer trabalhar à favor do povo...

ADEMIR MELO SERÁ CANDIDATO A PREFEITO DE BARRA MANSA

2 ✎ Comentários

Parece que o Ademir Melo (PSD) não desiste nunca né minha gente! Depois de ter se elegido vereador por diversas vezes, com campanhas milionárias, com direito a trio elétrico e o escambal. Ele voltou! Com sua cara mais lavada do que nunca, para mais uma missão: mais quatro anos de poder para encher os bolsos e não fazer absolutamente nada, apenas coçar o saco (que foi o que ele sempre fez na sua vida política)

Ademir é o típico político de cidade pequena, destes que não fazem porrra nenhuma pelo povo nem pela cidade, apenas pelo próprio bolso. Ele já foi vereador, e diga-se de passagem, um dos mais votados de Barra Mansa. Quando estava no poder, o sujeito usou seus mandatos para manipular a Câmara Municipal ao seu bel-prazer.
Com suas campanhas sempre caras e cheias de recursos audiovisuais, o barramansense acabou  por se eleger também Deputado Estadual.

Comentasse nos bastidores da política Sul Fluminense que a candidatura à Prefeito de Ademir Melo é apenas para "encher linguiça", ou seja, para rachar votos e impedir que o candidato Jonas Marins (PC do B) que está em primeiro lugar nas pesquisas, ganhe as próximas eleições.


Segundo fontes muito confiáveis , O Deputado Estadual Edsom Albertassi (PMDB) que apoia a reeleição do atual Prefeito  Zé Renato (PMDB), também estaria financiando a campanha de Ademir por debaixo dos panos.
Albertassi que até hoje nunca teve seu nome envolvido em escândalos, parece que não tem noção do chiqueiro em que está se metendo e como diz o ditado: Se ele continuar se misturando aos porcos deste jeito, vai acabar comendo do farelo...



O Paraguai sob ameaça de Golpe

0 ✎ Comentários

            


            Fernando Armindo Lugo de Méndez foi eleito em 2008 presidente do Paraguai, depois de mais de três décadas de hegemonia do Partido Colorado, de direita. Conhecido como o bispo dos pobres por seu trabalho junto às camadas desfavorecidas, Lugo voltou a condição de leigo para exercer ao mandato, principalmente por pressão da Igreja que vê com maus olhos o clero que se mete em política, e também pelas exigências constitucionais.  
            Sua vitória eleitoral se deu por conta de um alto desgaste do Partido Colorado, e por um apelo nacional por novos rumos no país. Lugo, entretanto, apresentou a nação um programa moderado, que incluía em sua base política o Partido Liberal, de centro. A maior dificuldade do governo Lugo foi a incapacidade de conseguir uma maioria parlamentar e até mesmo social. Se nos parlamentos prevalecia um domínio conservador, na sociedade civil imperava a desconfiança dos movimentos sociais, que não apoiavam as articulações que o governo fazia e criticava a lentidão das reformas, principalmente a agrária.
            Sem grande apoio dos movimentos populares, Fernando Lugo teve que administrar negociando com sua base moderada no congresso. A fragilidade do apoio social expôs o presidente a uma série de chantagens e ameaças de golpe, que chegou inclusive a envolver sua vida pessoal.
            Na última sexta-feira, 15 de Junho, um confronto entre policiais e camponeses que deixou mais de 10 mortos, trouxe ao país uma crise que pode custar o mandato presidencial. O Partido Liberal abandonou seu apoio ao governo, e os parlamentares em ampla maioria já arquitetam um plano de impeachment do presidente num prazo máximo de 72 horas.
            A visível conspiração direitista acordou os movimentos populares, que vêem com temor a possibilidade de uma desestabilização institucional da democracia no país, que vinha dando demonstração de fortalecimento nos últimos anos, assim como sua economia.
            A Situação atual é a seguinte: Fernando Lugo tem a seu favor o apoio da opinião pública, dos movimentos populares e de parte significativa dos países do continente, inclusive do Brasil. Pesa contra ele a minoria no congresso e a indecisão das forças armadas.
            O desfecho de um possível impedimento presidencial pode ter conseqüências trágicas, inclusive com confrontos violentos e um clima de desestabilização da já frágil democracia paraguaia.
            As próximas horas revelarão não só o futuro de um povo, mas principalmente os rumos democráticos de um continente já marcado por intervenções golpistas de nossas elites.



* Historiador, Pós Graduado em História Contemporânea

Rio+20cm

0 ✎ Comentários


REGIÃO SUL FLUMINENSE NA RIO+20

2 ✎ Comentários




O INAN - Instituto Agulhas Negras (Resende-RJ), através de seus representantes - Marco Esch (Presidente), Eliel Queiroz (Diretor de Projetos Ambientais), Edino Camoleze (Diretor de Projetos Agropecuários) e Ana Gastão (Engenharia Ambiental) - participou no dia 20, da RIO+20; colaborando no Forum da Cúpula dos Povos e da Marcha da Cúpula dos Povos. O INAN, a convite da ONG Educa Mata Atlântica e do SOS Mata Atlântica, somou forças com a minifestação cominhando em meio a apitos, flores, cartazes, bandeiras, trios elétricos e algumas fantasias, espalhados entre os mais de 50 mil participantes.

O evento contou também com a participação do biólogo e diretor do Parque Nacional do Itatiaia (PNI), Sérgio Sarahyba; que além de representar o parque, estava representando a Universidade Dom Bosco, junto com diversos alunos, que fizeram a diferença! Sempre animados, os universitários também defenderam as causas ambientais no planeta terra e, em especial, da região das Agulhas Negras.

Durante o movimento, o INAN teve oportunidade de conversar com os Deputados Alessandro Molon e Chico Alencar, bem como, com Mário Mantovani (Fundador e Diretor do SOS Mata Atlântica. Todos ficaram abismados com a quantidade de descasos e crimes ambientais ocorrendo na região sul fluminense, em especial, na cidade de Resende, no que se refere ao caso "Chorume" (Rio Paraíba), caso "Nissan (Lagoa da Turfeira) entre outros absurdos.

A forma do INAN chamar a atenção das autoridades, foi distribuir 5 mil jornais citando os descasos governamentais. " - Até quando o povo ficará inerte, vendo a destruição passar pela nossa cidade e não fazer nada? Estamos sim, nos movimentando e lutando contra tanta nojeira! Nosso movimento não é partidário, é humano! E dessa forma temos angariado a simpatia de organizações ambientais, como a ONG Educa Mata Atlântica, ambientalistas de diversas áreas, biólogos, universitários e uma boa fatia da população que começa a abrir os olhos", comenta Marco Esch, presidente do INAN.
Segundo Esch, a participação do INAN no Forum da Cúpula dos Povos foi fundamental para alertar pessoas de todo o país, sobre tantos descasos na cidade de Resende (RJ) e recebeu o apoios de muitos ambientalistas presentes que prometeram divulgar os casos em suas cidades.

O INAN - Instituto Agulhas Negras, é uma ONG criada no final de 2011, com sede administrativa na Serrinha, Resende (RJ). É membro da Câmara Técnica de Educação Ambiental e do Conselho do PNI - Parque Nacional do Itatiaia; faz parte do NUPA, instituição que está sendo criada pelo Ministério de Educação junto ao Ministério da Pesca com diversas instituições federais e estaduais, para o desenvolvimento da Pesca e Aquicultura na região sul do Rio de Janeiro.





Fotos - Marco Esch

O COLUNISTA SOCIAL FÁBIO SOARES LANÇA SEU PRÓPRIO SITE

0 ✎ Comentários


Festa de lançamento será em prol das crianças com câncer


No dia 05 de Julho, no Ilha Clube em Barra Mansa, o colunista social Fábio Soares, finalmente lançará seu aguardado site, com uma festa para comemorar mais esta conquista. A renda obtida com a venda dos convites para a festa será revertida para o GACCI (Grupo de Apoio Contra o Câncer Infantil). Esta vai ser a oportunidade de concretizar o sonho do colunista de realizar um trabalho social.
A festa de lançamento do site fábiosoaresvip reunirá moda, arte, música e social em um mesmo evento. Modelos da agência WR de Volta Redonda, realizarão vitrine viva e circularão pelo ambiente, embelezando a festa. A trilha musical ficará por conta do popular e talentoso cantor Jorge Guilherme, da Banda D´Hanks, e das DJ´s Anne Louise Albuquerque e Greice Lindebeck. A festa abrigará a exposição fotográfica “Elementos” de Clayton Moore. Além destas atrações, haverá, ainda a presença vip da Miss Barra Mansa Mayara Matos e da modelo, ex-Bababoom do Caldeirão do Huck, Josi Beckari.
Para deixar a noite ainda mais fashion, Fábio Soares convidou algumas colunistas amigas para fazerem cobertura do evento, são elas: Flávia Espíndola, Clarice Correa, Pri Saraiva e Angélica Leal.

Para incrementar mais ainda a festa e presentear seus convidados, o colunista Fábio Soares preparou o sorteio de vários brindes cedidos por lojas e empresas da região.



SERVIÇO:

Evento: Lançamento do site www.fabiosoaresvip.com.br
Data: 05 de julho
Local: Ilha Clube – Barra Mansa
Ingressos: R$10
Locais de vendas: Ondas e Trilhas (Rua Rio Branco, 122 – Centro, Barra Mansa)
                               Casa de Cultura Arte in Foco (Rua Madre Filomena, 36 – Centro)
                               Sede do GACCI (Ilha Clube, Ano Bom – de seg. à sex. das 14 às 17)






PRESENTE DE GREGO

0 ✎ Comentários


CLÁUDIO ALCÂNTARA FOI DEMITIDO DO DIÁRIO DO VALE

2 ✎ Comentários



O jornal sul fluminense Diário do Vale demitiu após 20 anos de trabalho, o jornalista Cláudio Alcântara (46), que assinava uma coluna semanal de opinião intitulada "olho vivo". Em sua coluna, Cláudio dava sua opinião, muitas vezes ácidas sobre celebridades e programas de televisão.

O jornal alega que o motivo da demissão do jornalista é contenção de despesas, mas nós sabemos muito bem que o motivo não é esse, afinal, ano eleitoral é tempo de vacas gordas para um jornal que apoia o atual prefeito.

Apesar da sua voz chata nos vídeos, Cláudio Ancântara é um ótimo jornalista e vivia um momento de grande ascensão nos últimos meses, quando sua coluna "olho vivo" ganhou uma versão em vídeo, para o youtube.

A verdade é que o jornalista causava transtornos ao jornal por ter tanta coragem e falar sobre qualquer tema com tanta liberdade. O estilo "bocudo" do funcionário destoava completamente do estilo do  "jornal censurador" que seleciona as notícias que pública de acordo com seus interesses políticos e econômicos.

Ter alguém como Cláudio em um jornal deste tipo poderia mais cedo ou mais tarde tornar-se um problema maior para a publicação, afinal, o jornalista é daqueles que fala abertamente sobre o calote que o Prefeito Neto deu nos artistas regionais e critica sem dó alguns políticos, quando o assunto é arte...

Esperamos que ele consiga logo um novo emprego e de preferência em um jornal que respeite à sua liberdade expressão. E assim, o Diário do Vale perdeu o único jornalista que chamava alguma atenção para seu jornaleco patrocinado pela prefeitura.

Rascunho Zero

0 ✎ Comentários


CONHEÇA A MISS UNIVERSO - VOLTA REDONDA 2012 : MAYARA FERNANDES

14 ✎ Comentários




Apesar do concurso ter sido todo bagunçado, como vocês puderam ver na reportagem da Rede Bandeirantes, a Miss Universo Volta Redonda 2012 é linda demais. A bela chama-se Mayara Fernandes, está noiva e faz aniversário no dia 23 de Julho.  Sabemos trambém que ela nunca fez fotos sensuais (nem filmes pornográficos) e nunca casou, por que o concurso não permite...

Ela mal assumiu o posto e já mandou uma pérola:

(..) "Adoro a cidade que eu moro, estou muito feliz por poder representá-la, quem sabe ... no universo" (...)


Sim Mayara, o Universo inteiro  precisa conhecer Volta Redonda e você...


MISS UNIVERSO - VOLTA REDONDA 2012. O QUE TEVE?

38 ✎ Comentários

MISS VOLTA REDONDA É ‘BIÔNICA’, CONCURSO FOI MARCADO POR AMADORISMO E TEVE GAFE IMPERDOÁVEL NA COROAÇÃO



Evento na Câmara Municipal prova que esse tipo de competição perdeu força e é coisa do passado

“Miss biônica”, erros consecutivos da apresentadora, dançarino sem noção, cantorzinho de karaokê e até gafe na coroação da vencedora. O Miss Universo Volta Redonda 2012 teve de tudo um pouco. E fez jus à fama de cafona que adquiriu com o passar dos anos. A verdade é que esse tipo de concurso se tornou anacrônico, perdeu força e as misses foram substituídas pelas top models. Os tempos são outros, mas essa competição de beleza não evoluiu, não se reinventou. Resultado: já era, é coisa do passado.

Sinto-me à vontade para comentar esse assunto, porque a minha sobrinha (Nayane Alcântara) este ano resolveu participar, e ninguém tirou essa ideia da cabecinha da menina. Só por causa dela fui à Câmara Municipal na noite de sexta-feira, 15 de junho, conferir o tal concurso. Nayane ficou em terceiro lugar, mas não me interessa aqui discutir se o julgamento foi justo ou não. A vencedora também é muito bonita, aliás, todas as participantes têm qualidades estéticas bem peculiares. O que comento aqui é o evento em si, que foi brega ao extremo e muito mal realizado.

Um show de incompetência

O Miss Universo Volta Redonda 2012 começou com um número de dança solo com um rapaz que mais parecia calouro do “Programa Silvio Santos”. Ruim demais da conta. Para piorar, todas as coreografias foram de um amadorismo de dar dó, e as candidatas não têm culpa alguma nisso, diga-se de passagem. Outro erro primário: o espaço da Câmara foi muito mal aproveitado. A escolha das músicas não poderia ser pior e as perguntas às meninas foram dignas de um “Super Pop”. Mas ruim mesmo foi o desempenho da apresentadora, que errou muito mais do que as misses. Querida, se você não tem competência para conduzir o concurso, contrata um profissional que tenha. É simples assim. 

No fim da competição, aconteceu o inadmissível. A Miss Universo Barra Mansa 2012 (mal orientada pela apresentadora) coroou a vencedora errada. É verdade, não estou brincando não. A vítima do constrangimento não sabia o que fazer com a gafe cometida pela organização do concurso. Pior: Corrigido o erro, ficamos sabendo que a vencedora é moradora do Retiro, mas venceu representando outro bairro de Volta Redonda. Como assim? Eu explico. A Miss Universo Volta Redonda 2012, muito bonita, por sinal, é aquilo que os entendidos em concursos de beleza denominam de “miss biônica”. Pode?

A decadência do concurso

Prova de que concurso de miss ficou para trás é que a ex-Miss Distrito Federal e ex-Miss Brasil de 1958 Adalgisa Colombo deu uma entrevista certa vez, em que admitia a decadência desse tipo de competição. “Hoje em dia nem toda moça quer ser miss, elas querem ser modelo, porque ganha mais”, disse. O livro “As Misses do Brasil” também lembra que os concursos eram como os jogos de Copa do Mundo ou como os festivais musicais dos anos 60. Mas só em 1954, quando foi eleita Marta Rocha, representante do estado da Bahia, que os concursos ganharam grande repercussão nacional. No entanto, a partir do início da década de 90, o Miss Brasil decai e perde o prestígio. Coisa que nunca mais ele recuperou.

Em tempo. O Miss Mundo é o mais antigo concurso internacional de beleza, criado em 1951 no Reino Unido pelo britânico Eric Morley. É considerado um dos mais populares concursos do mundo e o segundo mais importante entre os concursos de beleza, só perdendo para o Miss Universo. Esse é promovido pela Miss Universe Organization, de propriedade do empresário Donald Trump. Foi criado na Califórnia em 1952, OK? Isso são fatos, o resto é opinião.





Texto de Cláudio Alcâtara, reproduzido da rede social facebook


PUBLICIDADE E ELEIÇÕES

0 ✎ Comentários



Os marqueteiros têm mais poder sobre os candidatos que o partido. Não se trata mais de divulgar um projeto político, e sim um produto capaz de seduzir o mercado eleitoral. O perigo, adverte Umberto Eco, é o político se tornar um produto semiótico, teatralizado".
Frei Betto, teólogo e escritor


"A indústria de relações públicas, que apregoa abertamente vender os candidatos da mesma maneira que vende mercadorias, deu seu prêmio anual na categoria Melhor Marketing à venda da Marca Obama (...) Esse modelo é, muito claramente, não-democrático, mas um tipo de ditadura por escolha, uma construção política na qual o público - “observadores intrusos e ignorantes” - são espectadores da ação, não participantes".
Noam Chomsky, linguista norte americano










 O publicitário é aquele profissional especializado em difundir para o público, ideias, serviços e produtos, principalmente para fins mercadológicos. O publicitário, em sua forma moderna, é invenção do capitalismo, tendo a tarefa de fazer do supérfluo, necessário. Em português claro, a função publicitária consiste, por exemplo, em convencer que você precisa comprar uma bolsa, ainda que não necessite desta imediatamente. Fazer publicidade depende intensamente da existência do mercado, de modo que se um dia o capitalismo e o seu mercado forem substituído por outro ordenamento social, os profissionais do marketing terão que repensar seu papel.




Mas enquanto há capitalismo, o mercado se estende cada vez mais na esfera de nossa vida social. Se ele se resumia a vender coisas, hoje ele também vende pessoas, transforma seres humanos em matéria com valor de compra. Prova cabal disso, é a forma cada vez mais excessiva que candidatos a cargos políticos recorrem ao marketing como pilar central de sua campanha eleitoral.

Decididos cegamente a se apresentarem “consumíveis”, os postulantes a postos eletivos se dispõem a passar por intensas metamorfoses, que no fim fazem de si um objeto desconhecido e estranho a eles próprios. Estes que recorrem à publicidade como carro chefe de sua política, estão confessando abertamente que não tem capacidade de convencer ao povo dos projetos que querem para a sociedade. Acabam se transformando em contradições em pessoa, já que, como o mercado oscila, também ele sofrerá mutações cotidianas no tempo e espaço, de acordo com o interesse de sua clientela.

A presença exagerada do marketing eleitoral, comprada a preço de ouro por candidaturas milionárias, são responsáveis pela despolitização das campanhas eleitorais e da hegemonia demagógica de propostas e programas produzidos como se fossem em laboratórios.

Peguemos a campanha de Lula em 2002. Ao contrário de 1989, quando seu programa de governo passou pelas bases sociais de sua coligação política, desta vez Lula centrou fogo na sua mutação moderada que o fizesse ser bem vendido a todos os brasileiros. Propostas rebaixadas, debates controlados e um batalhão de maquiadores ideológicos, fizeram um referencial popular de governo se transformar num ornitorrinco político. Sem cara, identidade, ou marca pessoal, ainda que com a faixa presidencial garantida. O Lula histórico desapareceu quando a direção política de sua campanha presidencial foi para as mãos de Duda Mendonça, um dos maiores marqueteiros eleitorais do país.

Assim, o candidato disposto a fazer um debate profundo com o povo sobre seus reais problemas deve abandonar a publicidade em sua caminhada eleitoral? Não.

É recomendável que os profissionais de publicidade sejam chamados a facilitar e traduzir da melhor maneira possível uma plataforma de possibilidades propostas por certo candidato. Em política não basta ter as melhores intenções, é preciso fazer com que elas se tornem as mais publicas possíveis, chegando ao ouvido da sociedade não só como boas, mas também como viáveis.

O segredo para o equilíbrio é a subordinação do marketing à política. O candidato não pode se submeter a mudanças drásticas em sua personalidade ideológica em nome da “boa aparência”. Deve se oferecer como é, e disputar a cabeça do povo através do aperfeiçoamento e justeza de suas ideias originais. Ao contrário do que muitos pensam, o eleitor não é esse consumidor passivo que pregam por aí.

Aquele que apostar na publicidade única e exclusivamente para ganhar uma eleição, terão seus mandatos resumidos ao PROCOM eleitoral, ou seja, ao total descrédito popular.

* Historiador, Pós Graduado em História Contemporânea

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...