TIGRÃO OU “BOCA SUJA”?


Tigrão adora mandar os cidadãos de Volta Redonda  tomarem no c#.

Já imaginou, você cidadão, indagar um vereador da sua cidade e receber como resposta um “Vai tomar no *”!? Pois isso acabou de acontecer comigo, Luiz Eduardo Farias, na saída da Câmara de Vereadores de Volta Redonda (19/03/2013). 

Quer saber como foi isso? Vou contar tudo a seguir.

Dia decisivo na Câmara! Estava em pauta o requerimento, de autoria do vereador Maurício Batista, que pedia a abertura de uma Comissão para investigar o descumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, ignorado pelo prefeito Antônio Francisco Neto. Clima tenso! Manifestações favoráveis e contrárias no plenário. Divergências quanto ao rito e apuração da votação. E veio o momento tão esperado.

Com a Câmara lotada de servidores públicos, embora o governo tenha a maioria na Casa, os votos favoráveis ao requerimento foram maioria (12 X 9). No entanto, ignorando o Regimento Interno e a Lei Orgânica do Município, a presidente da Câmara, América Tereza, rejeitou o requerimento com o argumento de que a Constituição Federal fala em 2/3 de aprovação (portanto, seria preciso 14 votos). Mesmo sendo advogada, a nobre vereadora, do mesmo partido que o prefeito, se faz de boba e esquece que esta regra vale apenas para o caso de uma votação de cassação, o que não era o caso.

Feito esta breve contextualização, sobretudo para os que não são da cidade, chegamos ao ocorrido com o nobre vereador José Martins de Assis, vulgo “Tigrão”. Eu estava me retirando da Câmara quando vi este cidadão manobrando o seu carro para ir embora. Era um ambiente público, havia um número razoável de pessoas e um grupo de policiais militares bem próximos. Me dirigi ao vereador, que estava com o vidro do carro aberto, e falei “Que vergonha, hein!”. Na mesma hora ele parou, olhou pra mim e disse que votava do jeito que ele quisesse, que a cabeça dele mandava. Argumentei falando como era lamentável que ele sempre entrasse mudo e saísse calado das sessões, sendo que no momento mais importante ele abriu a boca pra falar besteira (me referia ao NÃO, que significava um voto contrário ao requerimento citado lá em cima). Foi nessa hora que ele retirou o cinto de segurança, ameaçou abrir a porta do seu carro e mandou eu “tomar no *”. Na mesma hora eu me virei para os policiais e chamei a atenção para que eles ouvissem. 

Quando um deles se aproximava eu me dirigi ao vereador e pedi para que ele repetisse sua fala. Demonstrando a sua incrível capacidade de externar seus sentimentos de maneira indelicada, o nobre político foi criativo e desta vez me mandou ir para a “casa do c*”, seja lá onde for isso. 

Evidentemente, eu sabia que o policial ali não podia fazer mais do que me sugeriu – ir na delegacia e fazer um boletim de ocorrência. Além disso, várias pessoas começaram a se aproximar, o que fez com que o policial se preocupasse com a repercussão do caso e se apressasse em liberar o vereador. 
Fiquei ali, e acho que até agora, tentando interpretar aquela cena surreal. Que político é esse que diante de uma crítica de um cidadão chega ao ponto de proferir palavras de tão baixo nível? 

Pra mim está muito claro qual é a resposta. Este político, além da cena que acabei de relatar, é o fiel retrato dos nossos governantes. O “lugar” e a “atividade” que o nobre vereador “sugeriu” pra mim é o reflexo de como especificamente o prefeito de Volta Redonda está tratando os funcionários públicos há 16 anos. 
Acho que eu até fui injusto com o “Tigrão”. Afinal, esperar respeito e educação de alguém que é aliado de um político que descumpre as leis... ah não, aí já seria demais, né!

1 ✎ Comentários :

Anônimo disse...

Acho lamentavel uma cena dessa,só que eles se esquecem que precisam do povo e qaundo tem que pedir voto eles viram um santo falam com todo mundo prometem mundos e fundos.Admiro muito sua coragem de falar com esses bandidos a verdade e que muitos gostariam de falar.Parabens a voce,e so mais uma coisa tenho vergonha da vereadora America Tereza na epoca das eleiçoes usar nome de Deus para fazer sua campanha,mas ela vai ter o que merece brincar com Deus ela não deve imaginar que ta brincando com fogo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...