GRUPO TEATRAL DE BARRA MANSA FAZ TURNÊ POR CINCO ESTADOS BRASILEIROS


Os próximos dias serão bem agitados para o Coletivo Teatral Sala Preta de Barra Mansa/RJ, quando, ao todo o grupo apresentará oito espetáculos em dez cidades, de cinco estados brasileiros. A turnê começou no dia 1º de junho no Festival Paraíba Cena Sul, promovido pelo SESC – Unidade Três Rios, com apresentação do espetáculo “Muito Além do Jardim” na Escolinha de Futebol Léo Moura, no bairro Liberdade. Na segunda feira, dia 02 de junho, o público teve a oportunidade de conferir seis espetáculos integrantes do Projeto “Contos dos Continentes”. Das 20 histórias, foram encenadas seis de diferentes países. As apresentações foram realizadas no Theatro Municipal Mariano Aranha. O primeiro conto foi “Ifá, o Adivinho” (África), na sequência, o “Araguaia dos Karajás” (Brasil) e “Quem tem medo de Assombração?” (Brasil) fechou a programação da parte da manhã. Já na parte da tarde, foi a vez dos contos “Boto” (Brasil), “As Histórias de Ananse” (África) e “Don Quixote” (Europa).

O Festival Paraíba Cena Sul foi promovido pelo SESC Rio em parceria com a prefeitura de Paraíba do Sul, e já está em sua segunda edição. O diretor de teatro Rodrigo Portela, curador do evento procurou criar uma programação plural, com caráter popular sem deixar de primar pela excelência dos espetáculos, oficinas e performances. “O Sala Preta desenvolve um trabalho diferenciado em relação à preocupação ambiental entre outros temas educativos, porém sempre com grande alcance popular e ainda com sofisticação. A ideia dos Contos dos Continentes é perfeita para o enriquecimento cultural do evento e está diretamente ligado ao conceito da pluralidade”, afirmou o diretor trirriense.



No dia 04 de junho o grupo partiu pela primeira vez para o Estado de São Paulo e para a região Centro-Oeste do país. Contratados pela Odebrecht,  o "Sala Preta" vai retornar com um espetáculo que não é encenado desde julho de 2012, “O Cascudo Douradinho”. Serão dez apresentações e ainda serão distribuídos 2.500 exemplares do livro que deu origem ao espetáculo, o “Amiga Lata, Amigo Rio” do autor barramansense Thiago Cascabulho. Para o autor Thiago Cascabulho, remontar o espetáculo é motivo de muita emoção. “O Sala Preta nos dá a oportunidade de ver o Douradinho em movimento, de uma forma diferente do que imaginamos ao ler o livro. Para mim é emocionante vê-lo de novo encantando as crianças.”

Os artistas vão percorrer mais de três mil e quinhentos quilômetros por nove cidades. A iniciativa é da empresa Odebrecht Agroindustrial por meio do Programa Energia Social para Sustentabilidade Local. O intuito é celebrar a Semana do Meio Ambiente. Camila Escobar Sabella, da área de Sustentabilidade, falou da necessidade de dar continuidade aos projetos de capacitação e internalização dos princípios de preservação ambiental e sustentabilidade desenvolvidos pelo programa nos municípios onde a empresa atua. “Como o enfoque da peça é a conscientização ambiental a parceria com o Sala Preta busca proporcionar em ambiente lúdico maior interação com o tema, tendo em vista que o público alvo são crianças e adolescentes”, afirmou.



A iniciativa vem corroborar com o objetivo principal do Programa Energia Social que possui atividades, através de investimentos e ações nas áreas prioritárias de educação, cultura, atividades produtivas, saúde, segurança e preservação ambiental.

A direção de “O Cascudo Douradinho” foi colaborativa com a participação do elenco, os atores Bianco Marques, Danilo Nardelli e Rafael Crooz. Para essa turnê os atores/diretores contaram que algumas cenas foram revisitadas e estão um pouco diferentes. “Depois de mais de cinco anos da estreia do Douradinho aprendemos muita coisa e vimos como era importante dar um novo gás para o trabalho, tanto na cena, quanto na música e figurinos.” Revela Danilo Nardelli.


Para a missão de restaurar e refazer os objetos, adereços e figurinos utilizados em cena os artistas Thiago Delleprane e Suzana Zana se empenharam por uma semana, entre ateliê e ensaios, já que ambos estão no elenco dos “Contos dos Continentes” e “Muito Além do Jardim”, no Paraíba Cena Sul. “Já estava com saudade de ver a Sala tão movimentada. Temos que deixar tudo pronto antes da primeira viagem, porque na volta do Festival, o Douradinho já embarca para sua jornada.” Comentou Thiago Delleprane.

O agito todo não está só na sala de ensaios e no ateliê. O computador e o telefone estão a todo vapor. O produtor Marcelo Bravo revelou que “produzir uma turnê é sempre empolgante, porque temos que nos concentrar em todos os detalhes, em cada passo. É um desafio lidar com lugares desconhecidos e distantes, mas no fim é sempre um aprendizado importante”, concluiu.


Mais informações: (24) 3323-1397 Site: www.salapreta.com.br
E-mail: salapreta@gmail.com



0 ✎ Comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...