ATRASO DAS USINAS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CUSTA R$ 65 BILHÕES AO PAÍS

Torre de transmisión energía eléctrica
O atraso das obras das usinas para geração de energia elétrica custou, de 2006 a 2014, R$ 65,1 bilhões ao país. De acordo com estudo divulgado pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) nesta quinta-feira, dia 12, o valor leva em conta as obras atrasadas até 31 de dezembro do ano passado - 272 usinas e 410 turbinas - e o custo de reposição de energia que precisou ser feita através das usinas térmicas.

O estudo aponta que o atraso das obras contribui para o aumento dos custos de energia para os diversos consumidores. Hoje, o custo médio é de R$ 403,80 por MWh para a indústria e o Brasil ocupa a 6ª posição mais cara em ranking que contempla 28 países. Além do alto custo das térmicas, a FIRJAN ressalta que o problema agrava a escassez de energia elétrica, já que o atraso das obras impossibilitou a geração do total de 39.100 GWh que poderia ter sido oferecido pelas usinas planejadas para entrar em funcionamento até o ano passado.

A Federação considera que o momento é crítico e sugere uma revisão do cronograma para acelerar ao máximo as obras que estão em andamento. De acordo com o estudo, é fundamental a conclusão das obras de turbinas das usinas que já operam parcialmente e a exclusão daquelas que não possuem reais chances de serem concluídas. 

A FIRJAN destaca também a necessidade de se acelerar a construção das linhas de transmissão para permitir a ligação com usinas que apenas aguardam a conexão com o Sistema Interligado Nacional (SIN) para entrar em funcionamento; de leilão apenas das obras de usinas com projeto executivo e licenciamento ambiental tecnicamente viável; e de melhoria da coordenação entre os órgãos governamentais, garantindo maior celeridade ao processo de licenciamento ambiental. 

De acordo com o gerente de Competitividade Industrial e Investimentos do Sistema FIRJAN, Cristiano Prado, “essas ações são essenciais para garantir que o planejamento seja de fato executado, permitindo ao país ter a garantia de fornecimento de energia e minimizando o risco de crises futuras”. 

O estudo “Quanto custa o atraso das usinas de geração de energia elétrica” pode ser acessado através deste link: http://ow.ly/IVZ0j.


1 ✎ Comentários :

Anônimo disse...

Ministério Público!!! Vivem atrasando tudo quando é obra com seus questionamentos e processos que nunca dão em nada, servem apenas para atrasar obras, encarecer ainda mais os valores das obras pelo atraso causado por processos do MP.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...